Discutir o conteúdo lutas e artes marciais dentro da escola como parte do currículo em um primeiro momento pode assustar pais, professores, gestores, coordenadores pedagógicos, funcionários e até mesmo os alunos, visto que é um tema pouco abordado e confundido muitas vezes com violência. Assim, na busca de desmistificar tais pensamentos acerca das lutas na escola, a presente obra tem como objetivo identificar e sugerir maneiras de trabalhar com as lutas/artes marciais no contexto escolar utilizando as contribuições dos campos teóricos dos estudos culturais e multiculturalismo crítico no campo do currículo. Na proposta de lutas/artes marciais apresentada, temos a constante preocupação de que o professor traduza os conhecimentos sobre as lutas/artes marciais de forma que os alunos tenham um olhar crítico e de respeito às diferenças.


Sumário

1. Currículo de educação física: a relação com o multiculturalismo crítico e os estudos culturais

2. Lutas e artes marciais

3. Procedimentos metodológicos para o trabalho com as lutas na escola

4. Jogos e brincadeiras de lutas

5. Possibilidades de práticas pedagógicas

Considereções finais.

eferências