Este livro procura ampliar as discussões acerca da temática “Medo no esporte”, procurando responder algumas indagações, como por exemplo, se o medo é uma emoção inata, presente em toda a existencialidade da vida humana, de que forma não fazer com que atletas experimentem esta emoção no contexto esportivo? Seria possível negar a existência do medo no esporte? De que forma possibilitar aos atletas o convívio com esta emoção na prática esportiva?

As tentativas de responder estas perguntas são fruto de reflexões na passagem pelo Programa de Pós-Graduação em Ciência da Motricidade, da Universidade Estadual Paulista, em Rio Claro, assim como as assíduas discussões realizadas no Laboratório de Estudos e Pesquisas em Psicologia do Esporte – LEPESPE, que se traduziram em dissertação de mestrado, aqui, em formato de livro.

Neste sentido, a obra que ora apresento, e agradeço a Editora Fontoura pela oportunidade, procura compreender as relações existentes entre os estados emocionais e a prática esportiva e, em especial, o medo, concebendo um outro tipo de atleta, qual seja, um indivíduo mais humanizado, portador de sentimentos e emoções que o acompanham no esporte, portanto, fazendo parte de sua história de vida.

Sumário

1. Emoções: seres humanos, seres afetivos

2. O medo na vida cotidiana

3. Medo no esporte

4. A investigação do medo na prática esportiva: novos parâmetros e possibilidades