Biblioteca de Artigos Científicos

Seja bem vindo ao acervo de artigos da Fontoura Editora

HOMEPAGE MISSÃO COMISSÃO EDITORIAL NORMAS DE PUBLICAÇÃO CONTATO

CARACTERIZAÇÃO DAS SESSÕES DE TREINO DE HANDEBOL: ESTUDO DA SELEÇÃO BRASILEIRA JUVENIL MASCULINA.

Para baixar o artigo clique aqui

Autor(es)

José Carlos Mendes, Gleison José Pacheco, Douglas dos Santos Taborda.

Resumo

O estudo teve como objetivo analisar as tarefas empregadas no processo de ensino-aprendizagem-treinamento do handebol sobre os segmentos de treino técnico e tático. Desencadeou-se através de uma pesquisa descritivo-exploratória por meio da observação sistemática e direta das sessões de treinamento seguida da categorização dos dados observados através do instrumento proposto por Nascimento e Barbosa (2002) adaptado por Saad (2002) para Jogos Desportivos de Oposição e Cooperação de Invasão. A análise estatística dos dados quantificou a frequência mínima e percentual dos resultados obtidos apresentando-os em forma de gráficos, constatando-se que os treinadores tinham critérios diferentes para a escolha das atividades de acordo com o segmento de treino observado, sobre as categorias de “complexidade estrutural das atividades”, “complexidade estrutural das tarefas” e “condições das tarefas”. Durante o segmento de treino técnico, optaram mais frequentemente pelas atividades que incidiam sobre a combinação de dois ou mais fundamentos, com pouca incidência sobre atividades de exercitação de fundamento individual ou  complexo de jogo, ou seja, a prioridade foi por atividades de exercícios combinados, sem a presença do adversário, que, invariavelmente, não refletem as situações reais de jogo, enquanto que, no segmento de treino tático, os treinadores optaram mais pelas atividades que incidiram sobre o complexo de jogo, a opção foi pelas atividades de estruturas funcionais - similares ao jogo formal, que, muitas vezes, podem inibir as iniciativas de comportamentos e ações inéditas e criativas dos jogadores. As considerações apontadas refletem indícios da predominância nas sessões de treino observadas de características da “Metodologia Série de Exercícios”.

Palavras-chave: Análise e Desempenho de Tarefas. Educação Física e Treinamento. Interpretação Estatística de Dados.

Abstract

This study aimed to analyze the tasks used in teaching process – for learning handball  through technical and tactical training. Triggered by descriptive-exploratory research in systematic observation and direct training sessions, the categorization of data observed by  Nascimento and Barbosa (2002) was adapted by Saad (2002) for sports games involving  opposition and cooperation. Statistical analysis of the data quantified the minimum frequency and percentage of obtained results, which demonstrated them with graphics for better understanding, this was a function of the reduced number of observed sessions. It was noted that the coaches had different criteria for choosing the activities, according to the practice, which was associated with  "structural complexity of activities", "structural complexity of tasks" and "conditions of tasks". During the segment on technical training, activities focused on the combination of two or more grounds, with little focus on exercises activities of individual footing or game complexity; that is, the priority was geared towards exercise activities, without the opponent present, which cannot reflect actual game situations in tactical training. The trainers chose activities that facilitated the game, the highlight being on functional structure, similar to a formal situation, which often inhibits behavior initiatives and creative actions on the part of the players. These considerations reflect what was observed via the "Methodology series of exercises."

Keywords: Task Performance and Analysis; Physical Education and Training; Data Interpretation; Statistical