Biblioteca de Artigos Científicos

Seja bem vindo ao acervo de artigos da Fontoura Editora

HOMEPAGE MISSÃO COMISSÃO EDITORIAL NORMAS DE PUBLICAÇÃO CONTATO

ALTERAÇÕES NA COMPOSIÇÃO CORPORAL E CONDICIONAMENTO FÍSICO DE MULHERES PRATICANTES DO JUMP FIT

Para baixar o artigo clique aqui

Autor(es)

Kilvia Paula Nogueira da Silva; Danilo Lopes Ferreira Lima; André Accioly Nogueira Machado; Frederico Lemos Araújo; Mônica Helena Neves Pereira Pinheiro.

Resumo

A população vem procurando, cada vez mais nas academias, modalidades que lhes proporcionem prazer e resultados, principalmente, alterações positivas na composição corporal e condicionamento cardiopulmonar. Uma das novas atividades muito procuradas nas academias é o Jump Fit, um programa de exercícios ritmados de membros inferiores e superiores sobre um minitrampolim, com características similares a de atividades aeróbicas. Assim, o objetivo deste estudo foi avaliar a influência da prática do Jump Fit na composição corporal e condicionamento físico de mulheres iniciantes na prática do Jump Fit. Participaram deste estudo 10 mulheres que assinalaram somente não no questionário PAR-Q e não apresentavam problemas osteomioarticulares que limitassem a realização dos exercícios. Foram realizadas as medidas de massa corporal, estatura e das dobras cutâneas triciptal, suprailíaca e abdominal para predição da composição corporal, seguindo protocolo de Jackson; Pollock. Também foram realizadas as medidas da pressão arterial e freqüência cardíaca de repouso e o teste cardiorrespiratório (Teste de Rockport em Esteira). Os resultados evidenciaram reduções percentuais (delta%) de 17,4% na dobra triciptal, 18,1% na suprailíaca, 17,8% na abdominal, 11,4% no percentual de gordura e 13,2% na massa gorda. E aumento de 3,2% na massa magra, 23,7% na resistência aeróbica, redução de 14,2% na freqüência cardíaca de repouso e 7,9% na pressão arterial diastólica. Conclui-se, dessa forma, que as aulas de Jump Fit podem ser indicadas como atividade física que estimula a melhora do condicionamento físico e diminuição do percentual de gordura, contribuindo efetivamente para redução de doenças, manutenção da saúde e melhora na qualidade de vida.

Palavras-chave: Exercício, composição corporal, aptidão física.

Abstract

The population is looking, more and more, in the gyms for exercises that provide pleasure and results, principally, positive alterations in the body composition and cardiopulmonary conditioning. One of the new activities very required in the gym is the Jump Fit, a program of rhythmical exercises of inferior and superior members on a mini spring board, with similar characteristics of aerobic activities. So, the objective of this study was evaluate the influence of the practice of the Jump Fit in the body composition and physical conditioning of women, beginners in the practice of the Jump Fit. Ten women that marked only not in the questionnaire PAR-Q andpresenting no osteomyoarticular problems that could limit the realization of the exercises. Body mass, stature and tricipital, abdominal and suprailiac skinfold were done for prediction of body composition, following protocol of Jackson; Pollock. It was also measured the blood pressure and cardiac frequency of rest and the test cardiopulmonary (Test of Rockport in Mat). The results showed up percentage reductions (delta %) of 17,4 % in the tricipital skinfold, 18,1 % at suprailiac, 17,8 % in the abdominal one, 11,4 % in the percentage of body fat and 13,2 % in the fat mass. And increase of 3,2 % in the thin mass, 23,7 % in the aerobic resistance, reduction of 14,2 % in the resting heart rate and 7,9 % in the diastolic blood pressure. It can be concluded that the Jump Fit classes can be indicated as a physical activity that stimulates the improvement of the physical conditioning and reduction body fat percentage, contributing effectively in the reduction of diseases, maintenance of the health and improvement in the capacity of life.

Key-words: Exercise, body composition, physical fitness.