Biblioteca de Artigos Científicos

Seja bem vindo ao acervo de artigos da Fontoura Editora

HOMEPAGE MISSÃO COMISSÃO EDITORIAL NORMAS DE PUBLICAÇÃO CONTATO

COMPARAÇÃO DO DESEMPENHO MOTOR EM ADOLESCENTES COM DIFERENÇAS NA CLASSIFICAÇÃO NUTRICIONAL

Para baixar o artigo clique aqui

Autor(es)

Valter Cordeiro Barbosa Filho, Evanice Avelino de Souza, Alísio Iuri Belmino Girão, Luiz Fernando Cuozzo Lemos, Ricardo Roberto de Oliveira.

Resumo

O objetivo deste estudo foi comparar a aptidão física de adolescentes que apresentam diferenças na classificação nutricional. Foi realizado um estudo de caráter transversal com 86 adolescentes de 10 a 14 anos de idade, recém ingressados nas atividades do Centro Desportivo da Universidade Federal do Ceará. As variáveis analisadas foram: massa corporal (kg), estatura (m), Índice de Massa Corporal (IMC-kg/m²), dobras cutâneas tricipital e subescapular, e o percentual de gordura a partir da fórmula de Slaughter et al. (1988). O IMC foi classificado pelo critério de Cole et al. (2000) em Adequado e Excesso de Peso. A aptidão física foi aferida mediante a bateria de testes sugerida pelo Eurofit (1988) para os testes de Agilidade, Flexibilidade e Equilíbrio. Utilizou-se a estatística descritiva, o teste "t" de Student para observar diferenças entre os grupos e Pearson para verificar correlações, utilizando o SPSS 13.0 e adotando p<0,05 como nível de significância. Dos adolescentes avaliados, 53,5% eram do gênero masculino e 59,3% dos adolescentes foram classificados com Excesso de Peso. Foi observada diferença significativa entre as classificações no teste de Equilíbrio (p=0,046) para o masculino e no teste de Flexibilidade (p=0,035) para o feminino. Conclui-se que adolescentes com Excesso de Peso apresentam diferenças motoras em alguns testes, necessitando de uma intervenção para a promoção de saúde.

Palavras chave: Composição corporal, aptidão física, adolescentes.

Abstract

The purpose of this study was to compare the teenagers´ fitness that showed difference in nutritional classification. It was made a transversal study with 86 teenagers among 10 and 14 years old, who recently entered into the activities of the Centro Desportivo from Universidade Federal do Ceará. The variables analyzed were: body mass (kg), height (m), body mass index (BMI, kg / m²), triceps and subscapular skinfolds, and fat´s percentage from the formula of Slaughter et al. (1988). BMI was classified by the criteria of Cole et al. (2000) in appropriate and overweight. Fitness was measured by a battery of tests suggested by Eurofit (1988) for tests of Agility, Flexibility and Balance. Using the descriptive statistics, the test "t" of Student to observe differences between groups and Pearson correlations, using the SPSS 13.0 and adopting p <0.05 as level of significance. From the studied teenagers, 53.5% were male and 59.3% of adolescents were classified as overweight.  It was observed significant differences between the classifications in the balance test (p = 0,046) for males and the flexibility test (p = 0,035) for females. It was concluded that adolescents with overweight differ in some driving tests, requiring an intervention to promote health.

Key words: Body composition, fitness, teenagers.