Biblioteca de Artigos Científicos

Seja bem vindo ao acervo de artigos da Fontoura Editora

HOMEPAGE MISSÃO COMISSÃO EDITORIAL NORMAS DE PUBLICAÇÃO CONTATO

CRONOTIPO E QUALIDADE DE SONO EM ESTUDANTES UNIVERSÍTARIOS DO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA DA UNIVERSIDADE IBIRAPUERA

Para baixar o artigo clique aqui

Autor(es)

Jackson Farias Santos, Fabio Nazareth Vieira, Leandro dos Santos Afonso.

Resumo

A cronobiologia é uma área de conhecimento que tem como finalidade estudar as características temporais dos organismos nos mais diferentes níveis de organização e a relação temporal desses organismos com o meio que estão inseridos. O cronotipo é uma maneira de entender a variação das expressões rítmicas dos seres humanos de modo a compreender a individualidade que cerca o organismo biológico. O sono pode ser definido como um estado funcional, reversível e cíclico, com características comportamentais tais como imobilidade relativa e menor resposta a estímulos externos, oscilações de parâmetros biológicos e atividade neural. O objetivo do presente estudo foi identificar o cronotipo e a qualidade de sono em estudantes universitários do curso de Educação Física da Universidade Ibirapuera. Amostra foi composta por 58 estudantes, dos quais 29 homens e 29 mulheres que responderam o questionário de matutinidade-vespertinidade de Horne e Östberg (1976) adaptado para o Brasil por Benedito-Silva et al. (1990) e o questionário para identificar a percepção subjetiva da qualidade do sono. Observou-se por meio dos resultados que a maioria da amostra 56,9 % foi caracterizada com pertencente ao cronotipo intermediário, em relação à percepção subjetiva da qualidade do sono não foi identificada diferença estatisticamente significativa entre homens e mulheres, apesar de ter sido observada diferença na duração do episódio de sono e horário de acordar. O questionário de matutinidade-vespertinidade se mostrou uma ferramenta eficiente para a identificação do cronotipo desta população. Apesar da maior duração do episódio de sono nas mulheres isso não foi capaz de se refletir positivamente na maior percepção da qualidade do sono em relação aos homens.

Palavras chave: Cronotipo, sono, estudantes universitários.

Abstract

Chronobiology is an area of knowledge that studies the temporary characteristics of organisms in the more different levels of organization, and the temporary relations of these organisms to the environment they have been placed in. The chronotype is a way to understand the variety of rhythmic expressions of human beings in order to comprehend the individuality of a biological organism. Sleep, can be defined as a functional, reversible and cyclic state with behavioral characteristics such as: relative mobility and less response to external stimulus; oscillations of biological parameters and neural activity. The purpose of this study was to identify the chronotype and the quality of sleep in university students of the Physical Education Course in the Ibirapuera University. The sample was composed by 58 students, 29 men and 29 women, who answered the morningness-eveningness questionnaire by Horne and Östberg (1976) and adapted to Brazil by Benedito-Silva et al. (1990) and also answered the survey to identify the subjective perception of the quality of the sleep. As a result, it was observed that the 56.9%, the majority of those polled, was characterized as belonging to the intermediary chronotype. With reference to the subjective perception of the quality of the sleep, it was not identified a statistically significant difference among males and females, although it was perceived a difference in the duration period of sleep and in the time of awakening. The morningness-eveningness questionnaire revealed as an efficient tool for identifying the chronotype of this population. Though, the longest period of sleep on women did not reflect positively in the higher perception of the quality of the sleep on men.

Key words: Chronotype, sleep, university students.