Biblioteca de Artigos Científicos

Seja bem vindo ao acervo de artigos da Fontoura Editora

HOMEPAGE MISSÃO COMISSÃO EDITORIAL NORMAS DE PUBLICAÇÃO CONTATO

ALTERAÇÕES NA APTIDÃO FÍSICA E NA PRESSÃO ARTERIAL DE IDOSAS SUBMETIDOS A UM TREINAMENTO PERIODIZADO DE EXERCÍCIOS RESISTIDOS

Para baixar o artigo clique aqui

Autor(es)

William Alves Lima, Iransé Oliveira Silva, Jairo Teixeira Júnior, Patrícia Venâncio Espíndola Mota, Cristina Gomes de Oliveira Teixeira.

Resumo

O processo de envelhecimento é gradativo, caracterizado por diversos processos fisiológicos que vão degradando a manutenção fisiológica e provocando como efeito a perda da aptidão física relacionada à saúde, com consequente desenvolvimento de doenças cardiovasculares. A literatura demonstra que a prática de atividade física regular pode retardar ou reduzir os efeitos do envelhecimento. A musculação é caracterizada pelo aumento de massa muscular, promovendo manutenção da massa muscular, ganho de aptidão física, auxiliando na vida independente e na manutenção da saúde. Este estudo tem como objetivo verificar se com o treinamento resistido, idosas saudáveis terão melhorias significativas na aptidão física relacionada à saúde, nos perímetros corporais e na pressão arterial sistólica e diastólica pré e pós treinamento. Para isso, após mensuração de vários perímetros corporais foi realizado o protocolo do teste de aptidão físico para idosos proposto por Rikli e Jones (1999). Também foi mensurada a pressão arterial pré e pós cada sessão de treinamento resistido. Para análise estatística procedeu-se um teste t pareado e uma one way ANOVA. Nos resultados obtidos não houve diferença significativa nos perímetros corporais. Foi registrado um aumento da flexibilidade de membros superiores, da resistência de produção de força e da capacidade aeróbia. A pressão arterial apresentou significativas melhoras ao longo dos três meses de treinamento. Foi possível concluir que o treinamento resistido traz significativas melhoras na aptidão física e uma sensível redução na pressão arterial das idosas avaliadas.

Palavras-chave: Envelhecimento, aptidão física, hipertensão, doenças cardiovasculares, treinamento resistido.

Abstract

The aging process is gradual, characterized by several physiological processes that degrade the physiological maintenance and the effect of causing the loss of physical fitness and health, with consequent development of cardiovascular diseases. The literature shows that regular physical activity can delay or reduce the effects of aging. Strength training is characterized by increasing muscle mass, promoting maintenance of muscle mass, gain physical fitness, assisting in independent living and health maintenance. This study aims to determine whether resistance training, healthy seniors will have significant improvements in physical fitness and health in body circumferences and systolic and diastolic blood pressure before and after training. For this, after measurement of body girth was conducted several test protocol to the physical fitness for seniors proposed by Rikli and Jones (1999). Was also measured blood pressure before and after each session of endurance training. Statistical analysis proceeded with a t test and a one-way ANOVA. In the results, no significant difference in body girth. Was increased flexibility of upper limbs, the resistance of force production and aerobic capacity. Blood pressure showed significant improvements over the three months of training. It was concluded that resistance training will bring significant improvements in physical fitness and a significant reduction in blood pressure of elderly evaluated.

Keywords: Aging, physical fitness, hypertension, cardiovascular disease, resistance training.