Biblioteca de Artigos Científicos

Seja bem vindo ao acervo de artigos da Fontoura Editora

HOMEPAGE MISSÃO COMISSÃO EDITORIAL NORMAS DE PUBLICAÇÃO CONTATO

AVALIAÇÃO DA AGILIDADE EM ATLETAS NÃO PROFISSIONAIS DE FUTEBOL

Para baixar o artigo clique aqui

Autor(es)

João Paulo Costa Marinho, Carminda Maria Goersch Fontenele Lamboglia, Mônica Helena Neves Pereira Pinheiro, Paulo Roberto Andriola Freitas, Danilo Lopes Ferreira Lima.

Resumo

O Futebol é o esporte mais popular do mundo por se tratar de um esporte coletivo de alta imprevisibilidade de acontecimentos, exigindo que o atleta esteja preparado aos mais diversos estímulos. As capacidades físicas de um jogador de futebol devem ser treinadas para que eles possam corresponder a estes estimulos de forma positiva, pois é um fator determinante para o principal objetivo do jogo, o gol. O futebol moderno adquiriu características físicas completamente diferentes de trinta, quarenta anos atrás. O desenvolvimento da força, velocidade e agilidade mudaram radicalmente a dinâmica das partidas e até mesmo os sistemas táticos utilizados pelas equipes, conforme as características físicas de seus jogadores. Assim, as habilidades motoras específicas são de suma importância para a execução perfeita dos gestos técnicos do mesmo. A agilidade vem contribuir de forma substancial no futebol performance, vindo a ser o objeto de estudo do presente trabalho. Esta pesquisa se caracteriza como um estudo exploratório, transversal com abordagem quantitativa, onde população envolvida foi de 64 atletas não profissionais participantes do Campeonato Cearense de Futebol no ano de 2010, pertencentes às categorias sub-16 e sub-18. Levando-se em consideração o grupo total, verificou-se uma média de 11,24±0,53s. O grupo de jogadores sub-16 apresentou uma média de 11,12 ±0,53s na execução do teste e o grupo de jogadores sub-18 obteve uma média de 11,43 ±0,43s. Pode-se concluir que jogadores de categorias inferiores possuem melhor agilidade e a posição de jogo não influencia na agilidade.

Palavras-chave: Futebol, agilidade, aptidão física.

Abstract

Soccer is the most popular sport in the world, because it is a sport of high unpredictability of events, requiring the athlete to be prepared to several stimuli. The physical capabilities of a soccer player should be trained so they can respond to these stimuli in a positive way, because it is a determining factor for the main objective of the soccer game, the goal. The modern game got completely different physical characteristics of thirty, forty years ago. The development of strength, speed and agility have radically changed the dynamics of matches and even the tactical systems used by teams, as the physical characteristics of their players. Thus, the specific motor skills are critical to the perfect execution of the same technical gestures. The agility comes substantially assist in the performance football, been the object of the present study. This research is characterized as an exploratory, cross-sectional quantitative approach, where the population involved was 64 nonprofessional athletes participating Cearense Football Championship in 2010, categories and sub sub-16-18. Taking into account the total group there was an average of 11.24 ± 0.53 s. The group of players aged under 16 had an average of 11.12 ± 0.53 s during the test run and the group of players aged under 18 averaged 11.43 ± 0.43 s. It can be concluded that junior players have better agility and position did not affect the game speed.

Keywords: Soccer, agility, physical fitness.