Biblioteca de Artigos Científicos

Seja bem vindo ao acervo de artigos da Fontoura Editora

HOMEPAGE MISSÃO COMISSÃO EDITORIAL NORMAS DE PUBLICAÇÃO CONTATO

BENEFÍCIOS DO EXERCÍCIO FÍSICO PARA UM PORTADOR DO MAL DE ALZHEIMER

Para baixar o artigo clique aqui

Autor(es)

Rosaline Lima de Franca, Ralciney Márcio Carvalho Barbosa, Carminda Maria Goersch Fontenele Lamboglia, Diana Ribeiro Gonçalves de Medeiros Gomes, Danilo Lopes Ferreira Lima.

Resumo

A Doença de Alzheimer (DA) é um tipo de demência neurodegenerativa sem cura até o presente momento. A probabilidade de desenvolver DA aumenta com a idade e quanto à idade, pode ser classificada como de início precoce (abaixo dos 65 anos) e tardia (acima dos 65) e quanto à incidência, em familiar e esporádica. Foram avaliados os benefícios dos exercícios físicos no tratamento de um paciente com doença de Alzheimer. Foi utilizada uma entrevista semiestruturada, no qual as perguntas estavam ligadas à percepção com relação aos benefícios gerados pelo exercício físico. Participaram da entrevista uma paciente com a doença de Alzheimer, a cuidadora e o personal trainer, residentes na cidade de Fortaleza. A paciente foi escolhida por ter o diagnóstico comprovado da doença de Alzheimer e praticava exercícios físicos diariamente há, pelo menos 6 meses, e orientado por um profissional de Educação Física. A melhora na vida da paciente pode ser observada em suas próprias palavra: ....é tudo melhorou.. Eu vivia prostrada da rede pra cama, da cama pra rede... Há muito tempo que eu não vivo mais assim, que eu melhorei. (Rubi). A prática de exercícios físicos realizada regularmente em uma paciente acometida pela Doença de Alzheimer demonstrou melhora em sua autoestima e no seu cotidiano.

Palavras-chave: Exercício físico, doenças degenerativas, doença de Alzheimer.

Abstract

Alzheimer's Disease (AD) is a type of neurodegenerative dementia which nowadays don`t have cure. The probability of developing AD increases with age, and it can be classified as early beginning (under 65) and late (over 65) and about incidence, it can be classified in common and sporadic. This study aims to evaluated the physical exercise`s benefits in treating for patient with Alzheimer's disease. It was used a semi structured interview in which questions were linked to the perception about the benefits generated by exercise. The persons who took part of the study was a patient with Alzheimer's disease, the caretaker and his personal trainer, all living in Fortaleza`s city. The patient was chosen because of the Alzheimer's disease confirmed and physical exercise practiced daily, for at least 6 months, and guided by a professional Physical Education. The improvement in the patient's life can be seen in their own words: ... everything improved ... I lived just to stay at home, moving from the sofa to the bed, and from one to another... For a long time which I do not live like this, anymore, I got better (Ruby). The physical exercises practice, performed regularly in a patient affected by Alzheimer's disease, showed improvement in their self-esteem and in their daily lives.

Keywords: Physical exercise, degenerative disease, Alzheimer disease.