Biblioteca de Artigos Científicos

Seja bem vindo ao acervo de artigos da Fontoura Editora

HOMEPAGE MISSÃO COMISSÃO EDITORIAL NORMAS DE PUBLICAÇÃO CONTATO

EXERCÍCIOS POSTURAIS PARA OSTEOPOROSE E SEUS EFEITOS NA QUALIDADE E VIDA: ESTUDO DE CASO

Para baixar o artigo clique aqui

Autor(es)

Luciano Camargo Moraes, Milena Carrijo Dutra, Diego Roger Silva, Fernanda Romano da Silva e Oliveira, Luzimar Raimundo Teixeira.

Resumo

A osteoporose atualmente é um dos mais sérios problemas de saúde pública do mundo. Enfraquece e torna os ossos fracos, frágeis e porosos, deixando-os suscetíveis a fraturas, pode incapacitar e até mesmo invalidar o indivíduo. A prática de atividades físicas podem contribuir para uma melhor qualidade de vida dessas pessoas. Objetivo: avaliar a eficácia de um protocolo de exercícios posturais na densidade mineral óssea e seus efeitos na qualidade de vida de um individuo com osteoporose. Metodologia: delineamento experimental verdadeiro em um estudo de caso, V. R. 70 anos, foi submetida a um pré e pós teste de avaliação qualitativo da qualidade de vida pelo questionário SF 36 e avaliação da densidade mineral óssea pela densitometria. Os exercícios posturais aplicados são uma mescla de atividades de mobilidade vertebral, propriocepção, exercícios livres de dissociação de cinturas, resistidos, alongamentos e relaxamento breve. A atividade proposta foi realizada 2 vezes semanais, por 1h dentro de 12 semanas de intervenção. Conclusão: os resultados não nos confirmam que é benéfico a atividade física nem para a qualidade de vida, nem para a densidade mineral óssea, ao contrário do que é descrita na literatura. Podemos atribuir, em parte, a obtenção destes resultados, às limitações que toda a nossa pesquisa se deparou ao longo do tempo com algumas variáveis descritas. Porém continuamos a concordar com a literatura que a atividade física é benéfica em muitos aspectos da vida do ser humano. Já que na pesquisa teve uma manutenção na globalidade da saúde após a aplicação do protocolo de exercícios.

Palavras-chave: Osteoporose, atividade física, postura e qualidade de vida.

Abstract

Currently, osteoporosis is one of the most serious health problems worldwide. This disease is characterized by loss of bone mineral, and alterations in bone structure, making them more porous and fragile and leading to fractures and inability of the individual. The physical activity may contribute to enhance the quality of life of this people. Gol: evaluate the efficacy of a protocol of postural exercises on bone mineral density and its effects in quality of life of these individuals. The methodology employed was a case report of a real case, V. R., 70 years old. The patient was submited to pre and post-tests of quality of life by the SF36 questionnaire and evaluation of bone mineral density by densitometry. The postural exercises applied were of spinal mobility, proprioception, free exercises with dissociation of waist, resisted exercises, stretching and relaxation. The activity was held twice a week, during 1h, throughout 12 weeks. Contrary to the literature information, was possible to conclude that, in this case, there was no improvements in quality of life nor in bone density. These results can be attributed, in part, to the several limitations that this study was presented, related to aforementioned variables. Nowithstanding, we still agree with the literature: physical activity os beneficial in many aspects.

Keywords: Osteoporosis, physical activity, posture and quality of life.