Biblioteca de Artigos Científicos

Seja bem vindo ao acervo de artigos da Fontoura Editora

HOMEPAGE MISSÃO COMISSÃO EDITORIAL NORMAS DE PUBLICAÇÃO CONTATO

PREVALÊNCIA DE ATIVIDADE FÍSICA EM ADOLESCENTES DE REGIÃO METROPOLITANA DA CIDADE DE SÃO PAULO

Para baixar o artigo clique aqui

Autor(es)

Fabio Luis Ceschini, Raquel Sapone Ceschini, Aylton Figueira Júnior

Resumo

A prática regular de atividade física promove diversos benefícios fisiológicos, psicológicos, sociais e acadêmicos em crianças e adolescentes. O objetivo desse estudo foi descrever a prevalência do nível de atividade física em adolescentes do ensino médio de escolas particulares de duas cidades da região metropolitana da cidade de São Paulo. A amostra foi composta por 468 adolescentes, de ambos os gêneros, com idade média de (16,3±1,6 anos), estudantes do ensino médio de duas escolas púbicas estaduais de dois municípios da região metropolitana da cidade de São Paulo, Mairiporã e Caieiras. O nível de atividade física foi mensurado através do IPAQ versão curta. Foram coletadas informações sobre variáveis de estilo de vida como o uso de tabaco, ingestão de bebidas alcoólicas, tempo diário de TV e conhecimento do Programa Agita São Paulo. A prevalência geral de atividade física (adolescentes que cumpriam a recomendação [≥ 300 minutos por semana]) foi de 58,8%. Cumprir a recomendação se associou aos meninos, jovens da primeira série acadêmica do ensino médio, não usar tabaco, não ingerir bebidas alcoólicas e conhecer o Programa Agita São Paulo. Dessa forma concluímos que apesar da elevada proporção de jovens ativos em região metropolitana da cidade de São Paulo, mecanismos de intervenção são importantes no sentido de incrementar o nível de atividade física.

Palavras-chave: Atividade física, adolescentes, região metropolitana de São Paulo.

Abstract

The practice of regular physical activity promotes various benefits physiological, psychological, social and academic in children and adolescents. The aim of this study was to describe the prevalence of physical activity in adolescents of high school in two cities in the metropolitan region of Sao Paulo. The sample comprised 468 adolescents of both genders, mean age (16.3 ± 1.6 years), high school students from two public schools of two regions in Sao Paulo, Mairiporã and Caieiras. The level of physical activity was measured using the IPAQ short version. We collected information on lifestyle variables such as smoking, alcohol intake, time spent in TV Program and the knowledge of the Program Agita Sao Paulo. The overall prevalence of physical activity (adolescents who met the recommendation [≥ 300 minutes per week]) was 58.8%. Comply with the recommendation is linked to boys, young first-grade academic high school, do not use tobacco, drink alcohol and know the Program Agita Sao Paulo. Thus we conclude that despite the high proportion of young people active in the metropolitan region of Sao Paulo, intervention mechanisms are important in order to increase the level of physical activity.

Keywords: Physical activity, adolescents, metropolitan Sao Paulo.